SOBRE     AGENDA     ARQUIVO     APOIANTES                                                      




egeuproject@gmail.com 
 

PT

O EGEU é um projecto aberto, um espaço cultural independente e multidisciplinar, inaugurado em setembro de 2019. Motivado pela necessidade de reclamar uma plataforma de liberdade construtiva, pretende, desde logo, ser um lugar onde a utilidade económica não define o âmbito de exposição ou discussão.

Acreditando que, antes de um produto, a experimentação e a crítica devem ser um exercício, um dos nossos objectivos fundamentais é garantir que nenhuma destas está dependente do resultado final. Do mesmo modo que uma arte e cultura livres não podem depender de valores pré-estabelecidos, também as próprias práticas artísticas ou artistas emergentes não devem ser limitadas ao que o circuito dominante valoriza.

Num tempo em que tudo parece ter de nascer acabado, catalogado, categorizado e reproduzível, o nosso único fim é, pelo contrário, garantir que há sempre espaço para começar outra vez.

Mais do que integrar o projecto do EGEU - e, assim, quem dele fizer parte - num contexto ou mundo definidos, procuramos contrapor a contextos já definidos e a círculos fechados um espaço diferente: um espaço congregante, que procura quem precisa dele e que muitas vezes não o tem.  

O EGEU é, portanto, também um lugar de comunicação. E é dessa forma que procura ser uma tela e um palco do seu tempo, na voz de artistas ou de quem a ele se junte, mostrando, discutindo e partilhando ideias, vontades e preocupações. O seu dentro é feito de fora: crítico, desafiante, pacificador.



EN

EGEU is an open project, an independent art and cultural space first opened in September 2019. Born out of the urge to claim a space of fruitful freedom, one of its key intentions is to facilitate exhibitions and debates without market-related concerns.

One of our major aims is to make sure that no artist or speaker performing or speaking at EGEU is constrained by the outcome of their work. Rather than a product, we believe that artistic experiment and critique should be taken as parts of a process. If art and culture ought to be free, then they must not be limited to any pre-determined worthiness. So as artists.

In an era when everything is labeled, categorised and reproducible, as if born mature, we look forward to secure that there is always space to start again. Instead of attempting to introduce artists to the market and institutional spaces, EGEU intends to oppose that logic by being a space available for those who seek one (and are frequently unable to find it).

Challenging, criticising, tracing new paths, EGEU is essentially a place for communication and debate. Indeed, it is in that sense that we wish to picture our time: providing a stage for new ideas, bringing together different concerns and opinions, fostering discussion.






Redes

︎ | ︎